Desequilibrado, injusto e irracional: três características do atual calendário do futebol brasileiro. 

Desequilibrado porque permite muitos jogos para equipes de ponta e partidas de menos para centenas de equipes de pequeno e médio porte.

Injusto porque desemprega por mais da metade do ano cerca de 20 mil profissionais do futebol e pune as equipes que chegam às finais de vários campeonatos, massacrando fisicamente os elencos e diminuindo a qualidade técnica das nossas equipes.

Irracional porque não atende a lógica do calendário internacional, ao promover jogos nacionais nas datas FIFA e coloca a Seleção Brasileira como concorrente dos clubes e dos campeonatos nacionais.

Conheça uma proposta que visa estabelecer o bom senso no calendário do futebol brasileiro.